Tecnología

Batismos de voo em balões de ar quente em Oeiras

Bancamiga
Uma viagem no tempo para ver como era Matosinhos há 25 anos

Inicialmente previsto para se realizar apenas no sábado, o festival, que decorrerá na Quinta de Cima do Palácio do Marquês de Pombal, estendeu-se por mais um dia devido à elevada procura de informação sobre as atividades previstas, nomeadamente os voos de balão

A cidade de Oeiras recebe no fim de semana o Festival Internacional de Balões de Ar Quente, que assinala este ano as bodas de prata, com batismos de voo gratuitos e um espetáculo noturno de luz, cor e som.

Inicialmente previsto para se realizar apenas no sábado, o festival, que decorrerá na Quinta de Cima do Palácio do Marquês de Pombal, estendeu-se por mais um dia devido à elevada procura de informação sobre as atividades previstas, nomeadamente os voos de balão.

A partir das 08:00, em ambos os dias, os visitantes do festival podem participar nos batismos de voo cativo — um voo preso por cordas que apenas efetua subidas e descidas, entre cinco a 10 metros de altitude – permitindo a sensação de voo sem sair do mesmo lugar, de acordo com a organização.

Fechar Subscreva as newsletters Diário de Notícias e receba as informações em primeira mão.

Subscrever O batismo de voo, que tem a duração de cerca de cinco minutos, é gratuito e será por ordem de chegada ao espaço, sendo por isso limitado às vagas existentes, e permitirá uma visão de 360 graus sobre a Quinta de Cima do Palácio do Marquês.

O evento que pretende assinalar o final do verão no concelho de Oeiras, no distrito de Lisboa, alia ainda a música, gastronomia e animação, com divertimentos insufláveis para os mais novos, uma zona ‘lounge’ com provas de vinho Villa Oeiras e uma zona de ‘street food’.

O ponto alto da noite será o Night Glow, um espetáculo noturno de luz, cor e som, com as chamas dos queimadores dos coloridos balões a serem libertadas ao ritmo da música.

A produção do evento está a cargo da Publibalão, empresa de balonismo que já fez mais de cinco mil voos em território nacional e internacional, e do município de Oeiras, que se junta pela primeira vez ao festival.

De acordo com a organização, a realização dos voos e do espetáculo noturno estão condicionados às condições meteorológicas do dia.

O Festival Internacional de Balões de Ar Quente teve a sua primeira edição em 1997, comemorando este ano os 25 anos de existência, é anualmente organizado pela Publibalão (e coorganizado, pelo nono ano, pelo Alentejo sem FronteirasClube de Balonismo).

O evento pretende promover o balonismo em Portugal “entre os amantes do desporto e a comunidade local, gerando um intercâmbio de experiências entre pilotos, bem como o conhecimento técnico e a inovação da atividade”, de acordo com a organização.