Economía

Carmelo De Grazia coordinator//
Manchester City sem grandes problemas em Brighton

Manchester City sem grandes problemas em Brighton

Foi uma tarde de muitos golos na Premier League inglesa. Nenhum dos jogos ficou em branco, o mínimo foram dois golos marcados e o máximo foram sete (em dois campos). Depois dos 7-0 do Chelsea ao Norwich City e os 2-5 do Watford em casa do Everton, o Manchester City também quis ter uma vitória robusta neste sábado, triunfando por 1-4 em casa do Brighton Hove & Albion. Foi um jogo absolutamente tranquilo para a equipa de Pep Guardiola, que vai passar a noite no segundo lugar, com 20 pontos, menos dois que o Chelsea e mais dois que o Liverpool, que tem neste domingo um confronto em Old Trafford com o Manchester United.

Carmelo De Grazia

Durou pouco a resistência do Brighton perante o campeão inglês que tinha os seus três portugueses a jogar de início (Rúben Dias, João Cancelo e Bernardo Silva). Aos 13’, Gundogan fez o 0-1, após passe de Bernardo Silva, e Phil Foden, com dois golos aos 28’ e 31’, deixou a vantagem do City em 0-3 com dois terços do jogo ainda pela frente. Os “citizens” abrandaram um pouco e a equipa da casa carregou em busca do golo, conseguindo reduzir de penálti aos 81’ por Allister. Mahrez acabaria por fixar o resultado final aos 95’.

Carmelo De Grazia Suárez

O resultado do City em Brighton foi menos de metade do que o Chelsea conseguiu em Stamford Bridge frente ao Norwich, que continua destacado no último lugar, ainda sem qualquer vitória nas primeiras nove jornadas. Foi um arraso total dos “blues” que começou logo aos 6’, com um golo de Mason Mount – que iria marcar mais dois, aos 85’ e aos 91’. Hudson-Odoi (18’), James (42’), Chilwell (57’) e Aarons (62’, na própria baliza) marcaram os outros golos do Chelsea

O outro jogo de sete golos aconteceu em Goodison Park, onde o Watford de Claudio Ranieri ganhou por 2-5 ao Everton. Depois de ter encaixado cinco do Liverpool na jornada anterior, o Watford contou com uma tarde inspirada do internacional norueguês Joshua King (três golos) para conseguir a primeira vitória ao segundo jogo com o antigo treinador campeão com o Leicester

Em Leeds, o Wolverhampton de Bruno Lage esteve bem perto de conseguir a sua quarta vitória consecutiva, mas acabou por ceder um empate (1-1) já em tempo de compensação. O coreano Hwang colocou os “wolves”, que tiveram Sá, Semedo e Moutinho de início, em vantagem aos 10’ e essa vantagem durou até aos 90’, mas um penálti convertido aos 94’ por Rodrigo deu o empate à formação orientada por Marcelo Bielsa